Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

En Español

Palavras de Saramago


Novo sítio da Fundação José Saramago

Terça-feira, 07.10.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 10:01

A Maior Flor do Mundo

Segunda-feira, 06.10.14

Portugal:

Porto Editora

2014 (1ª edição na Porto Editora; 12ª edição) (ilustrações de João Caetano)

E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos?

Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?

Caminho - Leya

2013 (ilustrações de André Letria)

E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos? Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?

Ao conto de José Saramago, acresce um conjunto de sugestões como "pontos de partida para fazeres tuas todas as maiores flores do mundo."

Editorial Caminho

2001, 11.a ed., 2013 (ilustrações de João Caetano)

E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos? Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?

Livro recomendado pelo Serviço de Apoio à Leitura do Instituto Português do Livro e das Bibliotecas

Edições estrangeiras:

Bangladesh:

Shoishab

2008 (Trad.: Nazmun Nahar Alam)

Brasil:

Companhia das Letras

2001; 2012 - 11ª (ilustrações de João Caetano)

A maior flor do mundo é uma magnífica história para crianças, mas, antes de tudo, é um legítimo Saramago. Transformando-se em personagem, o autor nos conta que uma vez teve uma idéia para um livro infantil, inventou uma história sobre um menino que faz nascer a maior flor do mundo. Não se julgava capaz de escrever para crianças, mas chegou a imaginar que, se tivesse as qualidades necessárias para colocar a idéia no papel, ela resultaria verdadeiramente extraordinária: "seria a mais linda de todas as que se escreveram desde o tempo dos contos de fadas e princesas encantadas...". É dessa fantasia de grandiosidade que nasce o livro. Os leitores são chamados para uma divertida brincadeira, pois Saramago narra-lhes a história do menino e da flor não como se ela fosse a história de verdade, mas como se fosse apenas o esboço do que ele teria contado se tivesse o poder de fazer o impossível: escrever a melhor história de todos os tempos. Entrando no jogo com o autor, os pequenos leitores vão saber que ninguém nunca teve nem terá esse poder. Vão saber também que a literatura é o lugar do impossível: o menino desta história faz uma simples flor dar sombra como se fosse um carvalho. Depois, quando ele "passava pelas ruas, as pessoas diziam que ele saíra da aldeia para ir fazer uma coisa que era muito maior do que o seu tamanho e do que todos os tamanhos". Como nos velhos livros de literatura infantil, Saramago conclui: "E é essa a moral da história".

Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 2001, categoria criança

Coreia:

Ahn Graphics Publishers

2006

Espanha:

Alfaguara

2001, 2010 (ilustrações de João Caetano)

 

Pack formado por el libro juvenil La flor más grande del mundo y su versión en dvd. El dvd está basado en el cuento de José Saramago, con música de Emilio Aragón, y con la voz del propio Saramago como narrador.

Dirigido por Juan Pablo Etcheverry

Premio del Público en el Festival del Cuentometraje. Los Silos, Tenerife

Mención Especial en el XIV Festival Corto Ciudad Real 2007

Nominado a mejor cortometraje de animación en los Goya 2008

Premio al mejor cortometraje de animación en el Festival Contraplano

Edicions 62

2001, 2010 (Trad.: Xavier Pàmies) (ilustrações de João Caetano)

Grécia:

Kastaniotis

2007 [Trad: Athina Psillia (Αθηνά Ψυλλιά)] (ilustrações de João Caetano)

Τι θα γινόταν αν οι ιστορίες για παιδιά γίνονταν υποχρεωτικό ανάγνωσμα για τους ενήλικες; Θα κατόρθωναν ποτέ να μάθουν πραγματικά αυτό που τόσο καιρό διδάσκουν

Israel:

Hakibbutz (a publicar)

Itália:

Fanucci

2005 (ilustrações de João Caetano) (Trad.: Rita Desti)

Sa combinare magia, mito, e realtà in una potente commistione.” BooklistIl piú grande fiore del mondo è la storia di un ragazzino che vive in campagna e ama fare lunghe passeggiate. Un giorno trova un fiore buttato via, quasi appassito, e decide di prendersene cura finché, all’improvviso, dopo molte fatiche e premure, la piantina torna a fiorire. A quel punto il bambino si addormenta sotto la pianta. Dopo una lunga e disperata ricerca, i genitori lo ritrovano adagiato in terra accanto al fiore, che nel frattempo si è trasformato nel piú grande del mondo.

Feltrinelli

2012 (ilustrações de Emiliano Ponzi) (Trad.: Rita Desti)

Disponível em formato e-book

 

Sinossi

È la storia di un ragazzino che vive in campagna e ama fare lunghe passeggiate. Un giorno trova un fiore buttato via, quasi appassito, e decide di prendersene cura finché, all'improvviso, dopo molte fatiche e premure, la piantina torna a fiorire. A quel punto il bambino si addormenta sotto la pianta. Dopo una lunga e disperata ricerca, i genitori lo ritrovano adagiato in terra accanto al fiore che, nel frattempo, si è trasformato nel più grande del mondo. Età di lettura: da 4 anni.

Quarta di copertina

Le storie per l'infanzia devono essere scritte con parole molto semplici, perché i bambini sono ancora piccoli, e quindi conoscono poche parole e non amano usare quelle complicate. Magari sapessi scrivere storie così, ma non sono mai stato capace di imparare, e mi dispiace. E poi, bisogna saper scegliere le parole, occorre un certo non so ché per raccontare, una maniera molto diretta e molto chiara, una pazienza infinita. E a me manca quanto meno la pazienza, cosa di cui chiedo scusa. Se avessi tutte queste qualità, potrei raccontare, nei particolari, una storia bellissima che un giorno ho inventato… José Saramago

Turquia:

Kültür Yaninlari(a publicar)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 12:50

Assim começa Abril na Fundação José Saramago

Segunda-feira, 31.03.14

Abril será um mês de muitas atividades na Fundação José Saramago. A celebração dos 40 anos do 25 de Abril, momento mais importante da história recente de Portugal, é tema da maioria dos eventos a serem realizados na Casa dos Bicos. O primeiro deles, já no dia 1 de Abril, é a conferência do catedrático português Boaventura de Sousa Santos, que apresentará o seu livro Se Deus fosse um activista dos Direitos Humanos. A sessão terá lugar às 18h30, no auditório da Fundação, e contará com a presença de Manuel Carvalho da Silva e de José Pacheco Pereira.

 

A sessão tem entrada gratuita, sujeita à lotação da sala. Aqui fica o convite.

 

No dia 2 de Abril é a vez do teólogo espanhol Juan José Tamayo apresentar o seu livro Cincuenta intelectuales para una conciencia crítica. A sessão, que também tem início às 18h30, contará com as presenças de Boaventura de Souza Santos e de Frei Bento Domingues.  

 

No dia 3 de Abril, quinta-feira, o auditório da Casa dos Bicos receberá o escritor português João Tordo (Prémio José Saramago de 2009), que apresentará o seu mais recente romance, Biografía involuntária dos amantes. Para apresentar o livro estará presente José Eduardo Agualusa.

 Todos os eventos terão início às 18h30. São gratuitos, sujeitos à lotação da sala.

 

Veja a programação completa do mês: 

40 Anos do 25 de Abril na Fundação José Saramago by Fundação José Saramago

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 12:02

ちっちゃな回想録 - As Pequenas Memórias - Sairyusha, Japão

Segunda-feira, 31.03.14

A editora japonesa Sairyusha deu à estampa As Pequenas Memórias, neste que é o quarto título disponível para os leitores de José Saramago no Japão.

Veja aqui mais sobre As pequenas memórias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 10:53

Texto #20: "Apaixono-me sempre pelas minhas personagens femininas"

Segunda-feira, 31.03.14

 

TEXTO #20: 

"Eu apaixono-me sempre pelas minhas personagens femininas."

José Saramago, em entrevista ao La Vanguardia, Barcelona, 1986, in José Saramago nas Suas Palavras (2010)

 

Durante todo o mês de março, a Fundação José Saramago recuperou palavras de Saramago sobre as mulheres. Neste último dia do mês, a título de encerramento, escolhemos um trecho do espanhol Fernando Gómez Aguilera, grande conhecedor da obra de Saramago, sobre as personagens femininas do escritor português.  


"Humildes e leais, generosas e autênticas, nelas se depositam os méritos que Saramago mais valorizava, representando, no seu conjunto, a humanidade desejada, ao mesmo tempo que são implicitamente confrontadas com o modelo de homem face ao qual se mostram mais robustas tanto na sua alma como nas suas ações. Trata-se de grandes personagens credíveis, carnais, que não reúnem virtudes idealmente, mas que se perfilam através de comportamentos humanos, sem sublinhados nem negritos. E para confirmar isso aí estão, brilhando nas suas páginas, Blimunda, Lídia, Maria Sara, Maria Guavaira, Joana Carda, Maria Madalena, a mulher do médico, Marta, Isaura..."

Fernando Gómez Aguilera, in José Saramago nas Suas Palavras (2010)

 

Veja os textos anteriores:

TEXTO #1
TEXTO #2
TEXTO #3
TEXTO #4
TEXTO #5
TEXTO #6
TEXTO #7
TEXTO #8
TEXTO #9
TEXTO #10
TEXTO #11
TEXTO #12
TEXTO #13
TEXTO #14
TEXTO #15
TEXTO #16
TEXTO #17
TEXTO #18
TEXTO #19

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 10:42

Enemy, filme baseado em O Homem Duplicado, estreia em 64 salas espanholas

Sexta-feira, 28.03.14

“Queria que o espetador se fizesse as mesmas perguntas que me fiz quando li o livro”, disse o realizador canadiano Denis Villeneuve sobre Enemy, a sua obra baseada no romance O Homem Duplicado, de José Saramago. Coprodução espanhola-canadiana, o filme tem estreia comercial na Espanha nesta sexta-feira, dia 28, em 64 salas da península e ilhas (consulte aqui as salas). Em Portugal o filme chega aos cinemas no dia 18 de junho. 

“Ao ler o romance intui-se que há muitas formas possíveis de transpô-lo para o ecrã, tanto quanto ao tom como quanto à parte visual, mas depois de ver Enemy chega-se à conclusão de que esta era a única", aponta o o crítico Javier Ocaña no El País. E acrescenta: “é um filme tão fascinantemente incompreensível numa primeira visualização como perturbador em cada um dos seus planos”.

Javier Martínez, na sua nota publicada no El Mundo, define o trabalho de Villeneuve como “um breve encontro com a loucura de estar só. E vivo.”

Veja a entrevista do ator Jake Gyllenhaal à RTVE:

Mais sobre Enemy:  

Cuando la materia prima es el subconsciente
(El País)
Asombro ante el yo
(El País) 

 Jake Gyllenhaal: “Saramago estuvo presente en el set desde la distancia, fue una inspiración”
(Infolibre)

La dolorosa resaca de estar vivo
(El Mundo)

Jake Gyllenhaal: "Las personas siempre buscamos la forma de controlar a los demás"
(20minutos.es)

De 'El hombre duplicado' a 'Enemy' 
(RTVE
Enemy
(Dias de Cine, RTVE)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundação Saramago às 11:39





Em Destaque

Ver todas as notícias

Amigos da Fundação José Saramago


Livraria/Loja da Fundação José Saramago


Sons da Fundação


Ainda

Ver todas as notícias

Blimunda


Serviço educativo



A Fundação
Somos o que diz o papel que José Saramago assinou em Lisboa em 29 de Junho de 2007. Somos a Fundação José Saramago.
Saber mais | E-mail

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

A Casa dos Bicos

A Casa dos Bicos, edifício histórico do século XVI situado na Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa, é a sede da Fundação José Saramago.

A Casa dos Bicos pode ser visitada de segunda a sábado, das 10 às 18h (com última entrada às 17h30).
Ler mais


A Casa José Saramago em Lanzarote

A Casa feita de livros pode ser visitada de segunda a sábado, das 10 às 14h30. Também pode percorrê-la virtualmente, aqui.

Receba a nossa newsletter


#saramago no Twitter



Arquivo mensal

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por RSS


TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta